sexta-feira, 28 de junho de 2013

VÍDEO-AULAS - LIÇÃO 13 – EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR

Prof. Caramuru

SERVIREMOS AO SENHOR, Lição 13, 1pte, 2Tr13, Ev Henrique 

SERVIREMOS AO SENHOR, Lição 13, 2pte, 2Tr13, Ev Henrique

 SERVIREMOS AO SENHOR, Lição 13, 3pte, 2Tr13, Ev Henrique

 SERVIREMOS AO SENHOR, Lição 13, 4pte, 2Tr13, Ev Henrique 

SERVIREMOS AO SENHOR, Lição 13, 5pte, 2Tr13, Ev Henrique

LIÇÃO 13 – EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR


 Prof. Natalino das Neves

LIÇÃO 13 – EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR

(Js 24.14-18,22,24)
INTRODUÇÃO
Ao longo deste trimestre vimos que a única configuração familiar reconhecida por Deus é a que é formada homem e mulher com o propósito de procriação. Aprendemos que a família é uma instituição criada por Deus antes mesmo de fundar a Igreja, pois o Senhor criou o casamento e, como decorrência deste, instituiu a família, pois quando o Senhor criou o homem e a mulher, já a tinha em mente (Gn 2.24). Essas instituições especiais (Família e Igreja), fruto da mente do Criador, têm sido terrivelmente atacadas pelas forças do mal. Analisaremos nesta lição, alguns exemplos de famílias que escolheram servir ao Senhor e veremos quais os resultados desta feliz escolha.

LIÇÃO 13 - VIVENDO EM UNIÃO

Objetivo:
Que Deus aprecia e deseja que todos vivam em união uns com os outros e que vivamos sempre em paz com todos e com a nossa família.

Aprendendo a Bíblia:
 “Como é bom e agradável que o povo de Deus viva unido” (Sl 133.1)
Palavra do dia:
UNIÂO


HISTÓRIA BÍBLICA
A palavra do Senhor sempre nos ensina que devemos viver unidos e amar a todos, não é?
Será que temos feito aquilo que o nosso Senhor tem mandado?
Hoje vou contar uma pequena história de pessoas que fizeram de tudo para ajudar os outros.

A Bíblia nos conta uma história onde dois servos do Senhor foram a uma cidade chamada Antioquia. Lá eles ensinavam acerca das maravilhas de Jesus e todos ficavam atentos aos ensinamentos. E era um o coração e a alma da multidão dos que criam. E chegando uma mensagem disse que se aproximava uma época de grande fome, logo seria muito difícil conseguir comida.

Mas como aquelas pessoas eram boas e obedeciam a palavra de Deus, todos que ali estavam começaram a trazer dinheiro para ajudar aquelas pessoas.
Todos que possuíam terras vendiam e depositavam o dinheiro na igreja, não haviam entre eles necessitado  algum por que todos ajudavam.

E repartia-se cada um seguindo a necessidade que cada um tinha.
Aquelas pessoas se reuniram para ajudar a igreja de Jerusalém eles ficaram  muito felizes em receber aquele dinheiro.Eles disseram:
--Nós estamos felizes pelos cristãos de Antioquia e agradecemos por sua ajuda.

O nosso Deus fica alegre quando ajudamos aqueles que necessitam de roupa, de sapatos de comida, tudo o que podemos fazer para ajudar alguém, que façamos, pois assim e estaremos fazendo a vontade de Deus.


FIXANDO A APRENDIZAGEM    
Amplie o desenho na Galeria de Imagens e distribua para os pequenos colorir




Fonte: www.sugestoesescolaresdiversas.blogspot.com

Fontes consultadas:
·         Bíblia de Estudo pentecostal
·         Bíblia da galerinha
·         A Bíblia dos amiguinhos.
·         A Bíblia Viva.


Colaboração para o Portal Escola Dominical -  Profª. Cristina Araújo

Fonte: PortalEBD

LIÇÃO 13 - FINAL DE VIAGEM?!

Texto Bíblico:
Êxodo 14-15.19,20


Objetivo:
Após a aula os alunos deverão se assegurar que Deus ainda realiza milagres

Frase do dia:
DEUS REALIZA MILAGRES


Memória em ação:
“Somente o Senhor Deus faz grandes milagres” Salmos 136.4


Explorando a Bíblia
O povo de Israel ainda caminhava pelo deserto. Aquela viagem parecia não ter mais fim, todos já estavam cansados de tanto andar e começaram a reclamar. E Moisés, como confiava em Deus foi orar mais uma vez, pedindo ao Senhor que lhes abençoasse mais uma vez.

LIÇÃO 13 – EU AMO A CASA DE DEUS

Ao Mestre
Prezado (a) chegamos a mais um final de trimestre, passamos nossas lições aos alunos enfatizando que “Deus escolhe Líderes”. Ensinamos aos pequenos que existe um Deus sobre todas as coisas, e que procura pessoas (crianças, adolescentes, jovens, adultos e anciãos) que estejam dispostas a se deixar ser guiadas por ELE, e que através DELE farão grandes coisas, mudando a história e a situação do local, ou país em que vivem.

Hoje teremos a oportunidade de ensinar que todos os que são escolhidos para grandes tarefas é porque contam com a companhia de Deus, isto é, vivem sempre em contato com ELE. Nas ultimas lições vimos o pequeno Samuel sendo levado à igreja de sua época, mas ele não ficou lá somente porque sua mãe fez um voto. Samuel amava a Deus e em seu coração escolheu servi-LO.
Ao contrario dos filhos de Eli que eram desobedientes e irreverentes na igreja, Samuel amava estar na igreja e trabalhar na Obra de Deus, servindo com alegria e reverencia a Deus.
Boa Aula.



Texto Bíblico:1 Samuel 4.1-18; 7.1-17


Objetivo
Professor (a) ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizar-se de que a igreja é o local onde nos reunimos para adorar a Deus, portanto é um lugar onde devemos nos portar com reverencia, com respeito à Deus.


Exercitando a memória
“A Deus, o SENHOR pedi uma coisa, e o que eu quero é só isto: que ELE me deixe viver na Sua Casa todos os dias d minha vida.” (Salmos 27.4a – NTLH).

Neste Salmo o rei Davi expressaum sincero desejo que demonstra sua profunda comunhão com Deus. Davi era uma pessoa de propósitos definidos, ou seja, seu desejo era estar servindo a Deus, por isso amava estar na igreja para adorá-LO. E Deus o escolheu, lhe ajudou a derrotar o gigante Golias e o colocou com rei em Israel.

LIÇÃO 13 - BUSCANDO A VONTADE DE DEUS

TEXTO BÍBLICO  At 16.1-3; 1Tm 4.12,16


ENFOQUE BIBLICO
“Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato...” (1Tm 4.12)
OBJETIVOS
Explicar aos alunos os tipos e níveis de relacionamentos.
Demonstrar aos adolescentes a interdependência que há entre os tipos e níveis de relacionamentos.
Convencer os alunos da possibilidade e da necessidade de se relacionar com o Senhor, a fim de entender a vontade dEle para cada vida em particular.


INTRODUÇÃO
Você sabe a vontade de Deus para com a sua vida? Como tem sido o seu relacionamento com ele? E com os de sua família, da igreja, da escola, do lugar que você trabalha ou freqüenta? Vai tudo bem com seus relacionamentos? Você com você mesmo, e, você com Deus, vai tudo bem?

LIÇÃO 13 – JESUS O GRANDE VENCEDOR

Ao Mestre
Amado (a) estamos encerrando mais um trimestre.
É imprescindível que você professor (a) faça uma avaliação, para que saiba se houve ou não aprendizagem em seus alunos. A avaliação faz parte da Lei do Ensino, e é muito necessária, até mesmo para que os professores possam elaborar melhor o preparo de suas aulas, e os métodos a serem usados mais eficazmente.

Após o ensino ter sido ministrado, mesmo sabendo que você se empenhou, carregou sua linguagem de ilustrações, e a lição foi ouvida e entendida, você deve fazer uma avaliação.
O conhecimento adquirido pelo aluno deve ser avaliado pelo professor, para que se veja a aplicação do ensino na conduta e no caráter do aluno, para se constatar que, de fato, houve a aprendizagem. Isso é muito importante até mesmo para que o professor (a) se aprimore em seus métodos de ensino.

Deus abençoe grandemente seu ministério.

Objetivo
Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir o aluno a:
 Entender e explicar o porquê ser necessário Jesus ter morrido na cruz.

Para refletir
“Eu sou aquele que vive. Estive morto, mas agora estou vivo para todo o sempre. Tenho
autoridade sobre a morte e sobre o mundo dos mortos.” (Ap 1.18 NTLH).


Texto Bíblico em estudo: Mc 16.18.

Introdução
O Senhor Jesus é o Divisor da História Universal. A História está dividida em antes e depois de
Cristo. Ele é o único cuja história afeta a vida humana. Ninguém pode ficar alheio à Sua Vida e
Obra. Jesus é o nosso exemplo em tudo; a Bíblia diz que em tudo quanto fez Ele foi perfeito; é
Nele que devemos nos inspirar, assim como Ele cumpriu a vontade de Deus, nós também
devemos fazer.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

QUANDO A MÃE ENVELHECER



Ela chegou desconfiada. Desejava visitar o Pastor e desabafar. Mora só e a vida solitária sempre gera a necessidade de compartilhar. Na velhice ainda mais. O velho precisa de alguém que o ouça. As histórias são as mesmas. As lembranças também. Mas para a velhice são importantes, por isso precisam ser repetidas. Como os mais novos não revelam paciência em ouvir os idosos, surge a depressão, o sentimento de que a vida não tem mais sentido e o desejo de morrer. No caso, ela tem família, mas não vive com a família. Os filhos não a visitam. Estão ocupados em busca da sobrevivência e, um velho a mais ou uma velha a menos não faz diferença.
Os netos seguem o exemplo dos pais. Aprenderam cedo a não valorar a velhice. Talvez não fiquem velhos. Os jovens creem que nunca ficarão velhos.  Sobram os bisnetos que também não se preocupam com a bisavó. Os namorados, os noivos, estudos, somados oferecem uma desculpa para ignorar a velhinha carente. Os dias são curtos. As semanas voam. Os anos passam e ninguém se lembra de que há um velho na família esperando por uma visitinha de cinco minutos. Um alô, como está, estamos aqui e nos preocupamos com você. Como o tempo é célere e não espera, lá se vão meses e meses sem comunicação. 

GRANDES PROJETOS, MAS SEM DEUS



Faz parte da natureza corrompida pelo pecado "sonhar” grandes projetos para Deus, mas sem respaldo da aprovação divina. Uma tentativa de comprar os favores divinos e compensar os pecados não confessados e não perdoados. Deus não é consultado, tampouco participa da elaboração e execução das megalomanias humanas. O nome de Deus é citado como fetiche aprovador das maluquices humanas. Cabe a Deus dar a aprovação final com suas bênçãos para que o sucesso alimente os egos desequilibrados dos que participam e elaboram os grandes empreendimentos.

Deus sempre se recusa a ser usado pela "inteligência" humana. Em alguns casos Deus interfere para levar à falência e ao desastre as realizações humanas.
Os construtores da torre de Babel projetavam tocar os céus. Não conseguiram. Foram dispersos e a confusão permanece como lição até hoje (Gênesis 11:1-9). No deserto, os israelitas rejeitaram o relatório dos espias fiéis ao Senhor. Resolveram depois conquistar a Terra prometida na base da espada, sem a presença de Deus. Foram vergonhosamente derrotados (Núm. 14.40-45). O projeto divino era diferente, não passava pelas mancomunações humanas.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

VÍDEO-AULA - LIÇÃO 12 - A FAMÍLIA E A IGREJA

A FAMÍLIA E A IGREJA, Lição 12, 1pte, 2Tr13, Ev Henrique 

 

A FAMÍLIA E A IGREJA, Lição 12, 2pte, 2Tr13, Ev Henrique 

A FAMÍLIA E A IGREJA, Lição 12, 3pte, 2Tr13, Ev Henrique 

A FAMÍLIA E A IGREJA, Lição 12, 4pte, 2Tr13, Ev Henrique 

A FAMÍLIA E A IGREJA, Lição 12, 5pte, 2Tr13, Ev Henrique


LIÇÃO 12 – A FAMÍLIA E A IGREJA

INTRODUÇÃO

Tanto a família como a Igreja são instituições criadas por Deus, para fins específicos. A família tem como objetivo promover o bem estar, alegria, proteção e provisão, tanto para os cônjuges, como também para os filhos (Sl 128). Já a Igreja foi instituída para promover meios de adoração, pregação, ensino e comunhão cristã (At 2.42-47). Logo, uma depende da outra. O desejo de Deus é que o lar seja uma extensão da igreja, e a igreja, uma extensão do lar. Nesta lição, veremos as definições de família e Igreja e o paralelismo entre ambas; como a igreja coopera com a família; e como a família coopera com a igreja.
I - DEFINIÇÕES
1.1 Igreja. A palavra grega para Igreja é "ekklesia", que significa "uma assembleia de chamados para fora". O termo aplica-se a: todo o corpo de cristãos em uma cidade (At 11.22; 13.1); uma congregação (1Co 14.19,35; Rm 16.5); e a todo o corpo de crentes na terra (Mt 16.18; I Co 10.32; Ef 5.25,27,29,32; Cl 1.18,24). Geralmente, quando escrita com letra maiúscula (Igreja) refere-se ao corpo de Cristo; e, quando escrita com letra minúscula (igreja), refere-se a uma congregação ou a igreja local.
1.2 Família. No hebraico, o termo para família é mishpa, que significa literalmente “família”, “parentes” ou “clã” (Nm 11.10). No grego, o termo é oikos e significa “habitação”, “casa” (I Tm 5.4). Biblicamente, podemos dizer que família é o sistema social básico instituído por Deus no Éden, para a constituição da sociedade e perpetuação da raça humana (Gn 2.18-24).
1.3 Paralelismo entre Família e Igreja. A Bíblia nos mostra os paralelismos que existem entre estas duas instituições criadas por Deus, eis alguns: a Igreja é chamada de família de Deus (Ef 2.19); seus membros são chamados de irmãos (Rm 1.13; I Co 1.10; II Co 1.8; Gl 1.11; Ef 6.10; Fp 1.12; Cl 1.2; I Ts 1.4; II Ts 1.3); do ponto de vista espiritual, temos um só Pai (Rm 1.7; Ef 4.6; I Ts 3.13).

LIÇÃO 12 - DEUS FAZ MILAGRES

Objetivo:Ministre sua aula de forma que as crianças compreendam e acreditem que Deus ainda faz milagres.

Aprendendo a Bíblia:
 “Para Deus nada é impossível.”(Lucas 1.37)

Palavra do dia: MILAGRE.


Texto bíblico:Êxodo16.11-17.

HISTÓRIA BÍBLICA
O povo de Israel continuava sua viagem pelo deserto em busca da terra prometida.
Mas como já havia se passado bastante tempo, a comida que eles trouxeram do Egito acabou, e agora! O que vamos fazer?. Todos começaram a reclamar e perguntar a Moisés o que vamos comer? Estamos com fome.

E Moisés como sempre acreditava em Deus disse:
__Vou orar e tenho certeza que nosso Deus enviará comida.
Que maravilha! Todos pensaram, mas com certeza muitos ficaram pensando mas de onde tiraremos comida estamos no deserto e aqui não tem lugar para comprar.
Mas Moisés orou a Deus, e Deus respondeu:
__Escutei as queixas que os Israelitas fizeram. Diga a eles: De tarde vocês vão comer carne, e de manhã vão se encher de pão. Aí saberão “que Eu Sou o Senhor seu Deus”.

LIÇÃO 12 – PROTEGIDO DE DIA E DE NOITE

Texto Bíblico: Êxodo 13.17-22

Objetivo: após a aula a criança deve sempre lembrar que sempre devemos confiar em Deus.

Frase do dia:
Deus me guia e me protege.
Memória em ação:
 “O seu Salvador os guiará, e a presença do Senhor os protegerá por todos os lados.”(Isaías 58.8b).

Explorando a Bíblia
Enfim o povo de Israel estava livre agora o povo de Moisés está indo embora.
Moisés orienta o povo, e Deus orienta Moisés. O povo não é mais escravo como todos estão felizes!

Todos estão muito agradecidos a Deus por tê-los livrado do Egito.
Moisés é o guia de todos ele está levando as pessoas para um novo lar,mas Moisés nunca esteve lá como saberá para onde ir?
Deus não os levou pelo caminho da terra dos filisteus, que estava mais perto, porque Deus não queria que o povo se arrependesse vendo a guerra e tornem ao Egito.
Por isso Deus fez o povo dar volta pela estrada que levava ao deserto junto do mar vermelho.

LIÇÃO 12 – HEIN?

Texto Bíblico:1 Samuel cap. 3.

Objetivo
Professor ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizar-se de que assim como Deus ouve nossas orações, também devemos estar prontos para ouvir o que Deus falar conosco.


Exercitando a memória
“Em seguida, ouvi o Senhor dizer: —Quem é que eu vou enviar? Quem será o nosso mensageiro? Então respondi: —Aqui estou eu. Envia-me a mim!.” (Is 6.8 – NTLH).


Crescendo no conhecimento
Na lição passada vimos que Deus se agradava de Samuel, por ele ser obediente a Ele e também a Eli, e sempre se esforçava no serviço de Deus, o SENHOR. Samuel crescia morando no Tabernaculo com Eli e seus desobedientes filhos.

LIÇÃO12 - JUGO DESIGUAL, O QUE É ISSO?

TEXTO BÍBLICO  2 Co 6.14-18

ENFOQUE BIBLICO
“Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?” (2 Co 6.14)

OBJETIVOS
Definir a palavra “jugo”.
Ilustrar os efeitos negativos da parceria e comunhão entre o crente e o não crente.
Apontar o posicionamento bíblico sobre as relações sociais do crente com o mundo
INTRODUÇÃO
Crentes somando a crentes é igual a acréscimo de benção divinas, descrentes somando a descrentes é igual problemas e dificuldades ainda maiores. Crentes somando a descrentes é igual a dificuldades, lagrimas e choros de arrependimento e às vezes sem ter o que fazer e nem a quem clamar. Pense!

O QUE É JUGO?
 Sempre que o jugo for usado, dois animais da mesma natureza estarão juntos. É impossível dois animais de naturezas diferentes andarem juntos atrelados pelo jugo. Na seção “Fique Alerta”, há uma regrinha da matemática, quando se multiplica sendo os sinais iguais, resultado positivo, quando a multiplicação se dá com sinais diferentes, resultados negativos. Sendo assim o jovem crente é o sinal positivo e o descrente o sinal negativo, não tenha duvida que o sinal seja matemático, será negativo.
Observe a figura acima são dois bois num jugo, caso de um lado estivesse um jumento ou outro animal, seria impossível dar certo. Primeiro as naturezas são diferentes, pode se levar em conta no caso dos animais o porte físico, a rejeição de ambos em andar juntos, pois são de andares diferentes. Não há acordo entre ambos ( Am 3.3 - Acaso andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?)

LIÇÃO 12 - O TRIPLO MINISTÉRIO

Objetivos
Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir o aluno a:
Compreender a competência de Jesus em seu ministério terreno: ensino, pregação e cura.

Para refletir
“Jesus andava visitando todas as cidades e povoados. Ele ensinava nas sinagogas, anunciava a boa noticia sobre o reino de Deus e curava todo tipo de enfermidades e doenças graves das pessoas.”(Mt 9.351 – NTLH).


Texto Bíblico em estudo: Mt 9.27-36

Introdução
O último trecho de leitura desse capítulo 9 nos conduz a um dos momentos mais expressivos do ministério de Cristo. Podemos mesmo depreender da leitura desses quatro versículos de hoje os três aspectos fundamentais que irão direcionar toda a permanência do Filho de Deus entre os homens.

sexta-feira, 14 de junho de 2013

HISTÓRIA DA ESCOLA DOMINICAL NAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS - CPAD


VÍDEO-AULAS - LIÇÃO 11 – A FAMÍLIA E A ESCOLA DOMINICAL

www.portalebd.org.br 

www.adlondrina.com.br

Profº e Teólogo Fábio Segantin

LIÇÃO 11 – A FAMÍLIA E A ESCOLA DOMINICAL





  Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Recife / PE

Superintendência das Escolas Bíblicas Dominicais
Pastor Presidente: Aílton José Alves
Av. Cruz Cabugá, 29 – Santo Amaro – CEP. 50040 – 000       Fone: 3084 1524



INTRODUÇÃO
            Entende-se por Escola Bíblica Dominical o ambiente da igreja onde se desenvolve a educação cristã, com ênfase no ensino da Palavra de Deus. Logo, é necessário se conscientizar da sua real importância e o quanto ela é indispensável para o crescimento espiritual de todos, sejam recém convertidos ou aqueles que cresceram dentro de uma congregação. A EBD é a maior agência de ensino, pois, nenhum outro trabalho da igreja tem um programa de estudo sistemático da Bíblia com a mesma abrangência e profundidade. Veremos estas verdades nesta lição!

LIÇÃO 11 - FALANDO SEMPRE A VERDADE


Objetivo:
Ministre sua aula de forma que as crianças compreendam que a mentira sempre nos prejudica e que desagrada a Deus, por isso é que devemos falar sempre a verdade.
Aprendendo a Bíblia:
“... Digam a todos a verdade.” (Zacarias 8.16)

Palavra do dia:
VERDADE


Texto bíblico:Atos 5.1-10.


HISTÓRIA BÍBLICA
Hoje vamos aprender mais um dos ensinamentos que Jesus deixou para todos nós.
Pedro um homem fiel e obediente a Deus cuidava de uma Igreja,e lá todas as pessoas viviam muito bem, uns ajudavam os outros não tinha ricos nem pobres.
Porque todos os irmãos viviam em união porque todos que possuíam herdades ou casas, vendia e traziam todo o dinheiro e depositava na igreja.

LIÇÃO 11- COISAS INESQUECÍVEIS...

Texto Bíblico:
Êxodo 12.43-51; 13.11-16
Objetivo:
Após a aula a criança deve sempre lembrar o que Deus tem feito por nós.

Frase do dia:
Nunca esquecerei o que Deus fez por mim.


Memória em ação:
“Ó Senhor Deus, eu lembrarei dos teus feitos maravilhosos.” (Salmos 77.1)

Explorando a Bíblia
O povo de Israel era um povo escolhido por Deus, mas que tiveram que sofrer muito nas mãos do rei Faraó.

LIÇÃO 11 – NASCE UM GRANDE LÍDER

Texto Bíblico:1 Samuel 1.1-28


Objetivo
Professor ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizar-se de que Deus ouve as orações, e sempre responde segundo a Sua Vontade. Ele é sábio e sempre quer o melhor para nós.

Exercitando a memória
“Dêem graças a Deus, o SENHOR, porque ele é bom, e porque o seu amor dura para sempre.” (Sl 107.1 – NTLH).


Crescendo no conhecimento
A situação em Israel continuava difícil, pois o povo sempre tornavam a praticar coisas que desagradam a Deus, e sempre vinham inimigos para assolar suas plantações e derrubar suas casas, levando seus filhos como escravos. Mas sempre havia pessoas sinceras que amavam a Deus e o serviam com todo o coração.

LIÇÃO 11- QUAL É O CERTO?

TEXTO BÍBLICO  (Ef 5.1-8,15-17)

ENFOQUE BIBLICO
“Não sabeis vós que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos” (1Co 6.19).

OBJETIVOS
Definir o que significa “namorar” e “ficar”.
Analisar as conseqüências da sexualidade e sensualidade precoce.
Apontar o que a Bíblia declara sobre o assunto.
INTRODUÇÃO
Todo o ser humano é dotado de consciência moral, que o faz distinguir entre o certo e o errado. Com isto ele pode avaliar suas ações, seus deveres, como ser humano que é. Houve um pensador por nome Nietzsche,  que de certa forma é um dos que bagunçou os conceitos universais existentes, é claro que ele não foi o único. Mas acreditava-o que o homem é individualmente irredutível que deve se libertar das “mascaras”, conceitos, principalmente os impostos pela religião cristã. Para ele o mundo não tem ordem, estruturas, formas, e nem inteligência. As cosias dançam aos pés do acaso. Gostá-lo-ia que o mundo fosse dirigido pelos filósofos, para que o homem fosse libertado de qualquer vinculo, fosse Senhor de si mesmo, que viessem a desprezar qualquer verdade estabelecida.
Algo que se da no final do século XVII e ganha espaço no século XVIII, agora vem como um rolo compressor em nome de leis, procurando desestabilizar a fé cristã. Parece muito com liberdade, mas é mesmo uma libertinagem desenfreada, causando um embotamento, até em alguns cristãos evangélicos. Tornando-o sem noção do certo ou errado, uma inversão dos valores, com um titulo muito particular deles “Isto não tem problema”. Que pena! A igreja de Laodicéia tinha lugar para todos, bons músicos, pregadores de renome, somente Jesus não pode entrar assistiu o culto na parte externa da igreja (AP 3.20).  

LIÇÃO 11 – OS ENSINOS DE JESUS

Objetivo
Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir o aluno a:
Compreendera essência dos ensinos do Senhor Jesus – vida cristã genuína.

Para refletir
“Depois de dizer isso, Jesus saiu da Galiléia e foi para a região da Judéia que fica no lado leste do rio Jordão.”(Mt 19.1 – NTLH).

Jesus percorria todas as aldeias e vilarejos ensinando e curando muitas pessoas (v. 2). O Mestre amado aplicava seus ensinos aplicando-o à necessidade humana de seus ouvintes.
Sempre enfatizando que a busca do Reino de Deus deve ser o grande objetivo de nossa vida.



Texto Bíblico em estudo: Mt 19.1-30

Introdução
No texto em estudo, vemos explicitamente o perigo de colocar-nos sob um sentimento egoísta – a satisfação própria e a ambição – em detrimento do bem estar se outros.
Vejamos:
  • Acerca do divorcio – o próprio Senhor Jesus nos afirma que o divorcio é resultado de coração endurecido, ou seja, não é da Vontade de Deus (isto deve ficar bem claro ao adolescente).
  • Acerca das crianças – muitas vezes nos tornamos rudes e insensíveis às necessidades espirituais que possuem (os adolescentes, costumam hostilizar muito seus irmãos mais novos, mesmo estando passando por transformações físicas e psicológicas, têm responsabilidades espirituais), nos esquecendo que demos o dever de conduzi-las ao reino de Deus.
  • Acerca da Riqueza – não é pecado possuir bem, o problema está na inversão de valores. Quantas vezes colocamos a superfluidade à frente, em detrimento a vida de fé que devemos ter. Sem o devido desprendimento disso, não conseguiremos servir a DEUS com todo nosso espírito, alma e corpo (1 Ts 5.23).

Os assuntos abordados pelo Senhor Jesus, mostra-nos que muitas de nossas atitudes são totalmente incompatíveis com a verdadeira vida cristã, e, portanto devem ser banidas de nosso cotidiano.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

LIÇÃO 10 – A NECESSIDADE E A URGÊNCIA DO CULTO DOMÉSTICO

VÍDEO-AULAS - LIÇÃO 10 - A NECESSIDADE E A URGÊNCIA DO CULTO DOMÉSTICO

www.portalebd.org.br


Pastor Elinaldo Renovato - Comentarista


 Pr. Glaucio para EBD da Assembléia de Deus em Londrina.

LIÇÃO 10 – A NECESSIDADE E A URGÊNCIA DO CULTO DOMÉSTICO



INTRODUÇÃO
No lar, os conceitos mais importantes da vida são ensinados e o caráter da família e principalmente dos filhos, é formado. Por isso, devemos compreender e ensinar sobre a importância do culto doméstico. Nesta lição, definiremos a palavra culto e também a expressão culto doméstico. Veremos ainda à luz da Sagrada Escritura o registro da prática do culto no lar nas páginas do Antigo e do Novo Testamento; destacaremos ainda que apesar de ser a Igreja o lugar onde a família adora e aprende a Palavra do Senhor, não é o único lugar, pois o lar deve ser uma extensão da Igreja. Por fim, elencaremos alguns motivos que podem impedir a prática do culto doméstico e quais os benefícios que a família usufrui quando tem um lar piedoso.

I  - DEFINIÇÃO DAS PALAVRAS “CULTO” E “CULTO DOMÉSTICO”
De acordo com o Aurélio, o termo “culto” significa “uma adoração ou homenagem à divindade em qualquer de suas formas e em qualquer religião”. Teologicamente significa: “tributação voluntária de louvores e honra ao Criador” (CLAUDIONOR, 2006, p. 127). Já a expressão “culto doméstico” é definida comouma reunião da família, sob a liderança dos pais cristãos, com a finalidade de cultuar a Deus no lar” (RENOVATO, 2013, p. 115).

LIÇÃO 10 - LOUVANDO A DEUS

Objetivo:
Ministre sua aula de forma que as crianças compreendam que Deus é o único merecedor de todo louvor.

Aprendendo a Bíblia:
 “Louve o Senhor.” (Sl 148.7).
Palavra do dia: LOUVAR.

Texto bíblico: 1Crônicas 16.4-9.

HISTÓRIA BÍBLICA
Na história de hoje, aprenderemos como é importante louvar ao nosso Deus criador dos céus e da terra.
Em nossa Bíblia tem um livro que se chama Salmos, e quem o escreveu foi um homem chamado Davi

Que nome lindo não é? Esse homem desde pequeno sempre foi obediente a Deus e sempre gostava de  louvar,e agradecer a Deus por tudo o que tinha feito.
Davi, quando ainda era pequeno cuidava das ovelhas do seu pai. E sempre estava com sua harpa louvando a Deus.

LIÇÃO 10 - O EXÉRCITO DE DEUS INVADE O EGITO

Texto Bíblico:Êxodo 8-10.


Objetivo: após a aula a criança tem que acreditar que Deus é poderoso  para fazer tudo o que deseja.

Frase do dia:
DEUS FAZ TUDO O QUE QUER!!!

 Memória em ação:
”O nosso Deus está no céu;Ele faz tudo o que quer”-  Salmos 115.3

Explorando a Bíblia
Moisés convocou todos os líderes de Israel e disse:escolham cordeiros suficientes para suas famílias.
Façam com esses animais o sacrifício da páscoa.
Peguem um peixe de ramos e molhe no sangue do animal, façam umas marcas com o sangue no alto e nos lados da porta.
E que ninguém saia de casa até o dia seguinte.
Por que o Senhor vai passar para atacar os egípcios.
Mas quando encontrar sangue no alto e nos dois lados da porta o Senhor passará adiante  e não serão atingidos.
Portanto tratem de comemorar isto para sempre, como uma lei permanente para vocês e para os seus descendentes.
E quando estiverem morando na terra que o Senhor vai dar a vocês, como prometeu, continuem fazendo essa comemoração.
E quando seus filhos perguntarem: que comemoração é esta? Respondam que é o sacrifício da páscoa do Senhor.
Isto faz lembrar que o Senhor passou por cima das casas dos Israelitas  no Egito;
E quando deu meia noite os israelitas começaram a ouvir gritos, era o  anjo que estava passando.
Naquela noite, todos os filhos mais velhos de todas as famílias dos egípcios morreram inclusive o do Rei.
Deus provou que Ele era o único e verdadeiro Deus, por que os deuses dos egípcios não puderam salvá-los da morte

LIÇÃO 10 – MUDANÇAS ACONTECEM

Texto Bíblico:Rute caps. 1-4


Objetivo
Professor ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizar-se de que não importa a situação sempre podemos optar pela prática da bondade e a fidelidade, escolhendo assim fazer parte da família de Deus como Rute o fez.

Exercitando a memória
“Quem age com bondade faz bem a si mesmo.” (Pv 11.17 – NTLH).


Crescendo no conhecimento
Após a morte de Sansão o povo de Israel continuou a adorar a ídolos e a desobedecerem a Deus. Assim iniciou um período de grande fome, isso porque os campos não produziam o arroz, o feijão, o trigo, etc., em quantidade suficiente para o povo. Tudo o que plantava morria. Já nas terras dos povos ao redor, havia mantimento, tudo estava normal. Isso provavelmente era Deus permitindo para que seu povo se arrependesse de seus pecados, mas eles não mudavam suas más atitudes.

LIÇÃO 10 - EU E O GRUPO

TEXTO BÍBLICO  (1Pe 4.2-4,14-16)


ENFOQUE BIBLICO
“Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo.”(Fp 2.15)

OBJETIVOS
Descrever para os alunos o papel do cristão na sociedade.
Comparar a identidade cristã a outras identidades humanas.
Traçar um perfil do jovem cristão em seus relacionamentos sociais.


INTRODUÇÃO
O cristão tem por objetivo preservar a moral, ser exemplo, numa sociedade corrompida, manter a sua identidade cristã mesmo na adversidade. O jovem a exemplo de Daniel, Jose e outros, perseverarem fieis a Deus, procurando influenciar em seus relacionamentos, mostrando a fé, o Deus a quem ele serve. Do contrario para nada servirá, a não ser para ser pisado, a exemplo do sal quando se torna insípido.

LIÇÃO 10 – MINISTRANDO AOS GALILEUS

Objetivo
Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir o aluno a:
Entendera preocupação de Jesus em preparar os discípulos para dar continuidade à Obra, e que esse mesmo sentimento o Senhor tem para conosco, que nos preparemos, pois em nós está a incumbência de dar seqüência e expansão à Obra de Deus.

Para refletir
“E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.”(Mt 4.19).

“Se praticarmos os ensinamentos de Cristo e compartilharmos as Boas Novas com os outros, poderemos atrair os que estão a nossa volta para Jesus, como um pescador atrai os peixes com o auxilio de iscas.” (Comentário Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal – pg.1221.).


Texto Bíblico em estudo: Mt 6.25-34

Introdução
Neste texto o Senhor Jesus resume o tema da devoção sincera a Deus. Mostrando-nos que devemos nos livrar da ansiedade, quanto às necessidades cotidianas, pois toda nossa preocupação é infrutífera (v. 27), desnecessárias (vs. 26,28,30) e inadequada para o cristão confiante no cuidar divino (vs. 31,32). Jesus enfatiza que ao invés de se preocupar com bens materiais, nossa preocupação deve ter como alvo, buscar primeiro o Reino de Deus e Sua Justiça, tendo conhecimento disso e assim procedendo, Ele promete-nos atender às nossas necessidades com fidelidade, afirmando-nos que todas as demais coisas nos serão acrescentadas.

terça-feira, 4 de junho de 2013

REBELDES SÍRIOS APOIADOS PELOS EUA MASSACRAM VILA CRISTÃ

Ryan Keller
Membros do Exército Sírio Livre [compostos de rebeldes islâmicos apoiados pela Turquia] atacaram a vila al-Duvair, de maioria cristã, nos arredores de Homs na segunda-feira, onde massacraram seus cidadãos, inclusive mulheres e crianças, antes que o Exército Sírio intervisse.
Cristãos sírios massacrados
Esse ataque denunciado ocorreu logo depois de intenso combate na cidade de al-Qusseir no final de semana, em que o exército de Bashar Al-Assad infligiu pesadas baixas nos rebeldes.
O exército de Assad lançou uma ofensiva em abril num esforço para interromper as linhas de abastecimento para os rebeldes ao tomar a cidade e suas regiões vizinhas dos grupos rebeldes que estavam entrincheirados ali desde o ano passado. Duas semanas atrás, o exército sírio alcançou o centro da cidade.
Embora as fontes que descreveram o massacre de segunda-feira apoiem Assad, é possível que tenha ocorrido, pois os grupos rebeldes que estão lutando contra o governo de Assad são compostos principalmente de membros da al-Qaida e grupos ligados a al-Qaida e têm cometido crimes de guerra e atrocidades no passado.
Jabhat al-Nusra, o ramo da al-Qaida que lutou e matou americanos e tropas aliadas no Iraque, assumiu posições na Síria e controla o movimento rebelde.
Os EUA e outros governos ocidentais que estão apoiando o Exército Sírio Livre reconhecem a presença de jihadistas, mas insistem em que eles são apenas uma pequena parte do movimento rebelde. Contudo, a al-Qaida e outros grupos extremistas islâmicos estão na linha de frente do movimento rebelde desde o primeiro dia da guerra síria, que começou dois anos atrás. De acordo com os serviços alemães de espionagem, 95 por cento dos rebeldes nem mesmo são sírios.
“Na Síria controlada pelos rebeldes, a luta é totalmente religiosa,” noticiou o jornal New York Times no mês passado.
Em abril, Abou Mohamad al-Joulani, líder do grupo rebelde al-Nusra, prometeu lealdade a Ayman al-Zawahri, líder da al-Qaida.
Membros dos rebeldes confessaram que seu plano é instituir a lei islâmica, e os rebeldes têm agora uma brigada chamada Brigada Osama bin Laden.
Apesar das provas de conexões com a al-Qaida, o governo dos EUA continua a apoiar o Exército Sírio Livre.
Traduzido por Julio Severo do artigo do Examiner: U.S.-backed Syrian rebels reportedly massacre Christian village