sexta-feira, 30 de agosto de 2013

LIÇÃO 9 - CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO(SLIDE)


DINÂMICA - LIÇÃO 09 – CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO

,
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
- Falem: A lição de hoje tem como título “Confrontando os Inimigos da Cruz de Cristo”.
- Iniciem o estudo com a dinâmica “Amigos e Inimigos da Cruz de Cristo”.
- Depois, trabalhem o conteúdo proposto na lição, buscando sempre a participação dos alunos.
Identifiquem quem eram os inimigos da cruz de Cristo: Os falsos cristãos judaizantes
O que defendiam: falem sobre as principais ideias da doutrina gnóstica e a refutação bíblica.
- Para concluir, reflitam sobre os inimigos da cruz de Cristo na atualidade para a Igreja.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

LIÇÃO 9 – CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO

(Fp 3.17-21)
INTRODUÇÃO
Nesta lição definiremos o termo “confrontar”. Veremos também, a importância de estarmos preparados para defender a nossa fé com “mansidão e respeito” (I Pe 3.15). Destacaremos quem eram os “inimigos da cruz” de quem se refere o apóstolo Paulo e quais eram as características que identificavam estes tais, como opositores do verdadeiro evangelho. Por fim, pontuaremos o que significa ser inimigo da cruz a fim de que possamos hoje distinguir estes hereges e assim “batalharmos pela fé que uma vez foi dada aos santos” (Jd 1.3).
I - DEFINIÇÃO DO TERMO “CONFRONTAR”
O Aurélio define a palavra “confrontar” como: “pôr frente a frente”. Já a expressão “confronto” por sua vez significa: “ato ou efeito de confrontar. Paralelo, comparação”. O sentido é de comparar a tradução com o original para verificar se estava fiel. Na Teologia, a prática de defender a fé é chamada de “apologia”. Em si esta palavra também significa “confrontar”, visto que o sentido é de “comparar a interpretação bíblica com o seu sentido original”. O Dicionário Teológico de Claudionor de Andrade define a apologia da fé cristã como a ciência que tem por objetivo defender as verdades centrais da fé cristã, mostrando, de forma sistemática, racional e lógica, a veracidade, a singularidade, a supremacia e a origem divina das Sagradas Escrituras como a Palavra de Deus e como a nossa única regra de fé e prática (CLAUDIONOR, 2006, p. 56). O apóstolo Pedro exorta-nos dizendo “estai sempre PREPARADOS para RESPONDER com MANSIDÃO e TEMOR a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós” (I Pe 3.15-b).

LIÇÃO 9 - APRENDENDO A ORAR

Objetivo:
Ministre sua aula de forma que as crianças compreendam que assim como nós gostamos de conversar com nossos amigos, devemos também orar porque orar é conversar com nosso Deus que também é o nosso amigo.

Aprendendo a Bíblia:
 “Estejam sempre alegres, orem sempre.” (1 Ts 5.1)

Palavra do dia
ORAR

LIÇÃO 9 – ISSO É QUE É FESTA!

Texto Bíblico: Ex 12.1-11


Objetivo
Ministre sua aula de forma a conduzir os pequenos a conscientizar-se que Cristo é a nossa Páscoa. Ele morreu para nos libertar da escravidão do pecado.

 Frase do dia...
JESUS MORREU POR MIM

Amplie e cole o imagem Prim9 fig 1 da Galeria de Imagens, em um cartaz, e escreva a frase do dia e o versículo para decorar, enfatizando aos pequenos que Jesus assumiu os nossos pecados na cruz, foi sacrificado para que pudéssemos ser salvo através de seu sangue. A ressurreição de Jesus nos dá a certeza de que um dia estaremos com Ele.
Depois do Calvário, o Sepulcro Vazio – Júbilo de Páscoa
Fonte:www.beth-shalom.com.br

LIÇÃO 9 – O REI QUE MAIS PECOU

Ao Mestre
Prezado (a), nesta lição abordaremos a história do rei Acabe, como o próprio título da lição nos diz, Acabe foi o rei que mais pecou, ou seja, foi o rei mais ímpio de Israel. É importante enfatizar que, os reis sempre tiveram profetas para lhes dizer as palavras de Deus, e apontar os seus erros e dizer a eles acerca da vontade de Deus aconselhando-os. O rei Davi, ouvia os profetas e mesmo quando estava errado ele se arrependia e voltasse a Deus e fazia o que era correto.

Mas o rei Acabe era prepotente, egoísta e desobediente. Nos dias dele havia em Israel um grande profeta chamado Elias, o qual por várias vezes, falou a Acabe sobre sua desobediência, maldades e idolatria, mas Acabe não lhe dava ouvido, pelo contrário teve o profeta Elias como inimigo querendo até matá-lo.

Ao invés de ouvir os conselhos do profeta de Deus, Acabe ouvia os conselhos de sua má e idolatra esposa

Vejamos alguns detalhes sobre o rei Acabe:
o   Foi o oitavo rei de Israel
o   Era líder estrategista de grande capacidade militar
o   Foi o rei mais ímpio de Israel
o   Casou-se som uma princesa estrangeira por nome de Jezabel, mulher cruel e idólatra que promoveu a idolatria ao ídolo Baal
o   Era egoísta
o   Era acostumado a fazer sempre sua vontade e quando não fazia se deprimia até conseguir.


Veja na Galeria de Imagens Jn9 fig 1 um mapa da época dos Reinos de Israel (Norte) e de Judá (Sul)

Fonte: w.w.w.blog.cancaonova.com

Boa aula, na graça de Deus!


Texto Bíblico:1 Reis 16.29-33; 21.1-29.


Objetivo
Professor ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizarem-se de que o Senhor DEUS é o único a quem devemos prestar adoração. ELE é o Criador de todas as coisas, inclusive de nós mesmos, e como um Pai Amoroso sempre cuida de nós. Devemos ser gratos a ELE, adorando-O e louvando o seu Nome.

DINÂMICA - LIÇÃO 9 - A SALVAÇÃO

,
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
- Falem: Estudaremos na lição de hoje sobre a salvação.
- Iniciem o estudo da lição, através da dinâmica “A Ponte”
- Depois, trabalhem o conteúdo da lição, não contemplados na dinâmica.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

LIÇÃO 9 - A SALVAÇÃO

Sugestão de Recurso Visual

Fonte: Revista Mensageiros da Fé. Os Fundamentos da nossa Fé. Mestre 10. CPAD. Ano ?

DINÂMICA - LIÇÃO 9 – OS BENEFÍCIOS DA SALVAÇÃO

,
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
- Falem: A lição de hoje tem como título “Os benefícios da salvação”, enfatizando o amor que Deus para conosco, o amor que devemos ter para com Deus e ao próximo, nas nossas ações e na evangelização.
- Trabalhem outros pontos levantados na lição.
- Concluam o estudo do tema com a dinâmica “História de Amor”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

LIÇÃO 9 – OS BENEFÍCIOS DA SALVAÇÃO

Objetivos da aula
Após a aula os alunos deverão descrever os muitos benefícios oferecidos por Cristo
bem como a obrigação de anunciar a Salvação.

Texto em estudo  1Co 13.4-10.13
A caridade é sofredora, é benigna; a caridade não é invejosa; a caridade não trata com leviandade, não se ensoberbece,
não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
A caridade nunca falha; mas, havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
porque, em parte, conhecemos e, em parte, profetizamos.
Mas, quando vier o que é perfeito, então, o que o é em parte será aniquilado.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e a caridade, estas três; mas a maior destas é a caridade.

O texto acima mencionado é a explicação de Paulo acerca do verdadeiro amor, o chamado “ágape” este é o amor de Deus, um amor livre de imperfeições, pois é justo, é correto, é total.
Bem diferente do amor humano, que é repleto de erros, malicia, injustiça.
Por fim ele conclui afirmando que das 3 forças que move o cristão, o amor permanecerá.


Introdução
Como me referi na lição anterior, após a lição 7 estaríamos estudando a condição do pecador já salvo; e nas demais lições veríamos os resultados da nova vida em Cristo.
A lição 9 tem como titulo “Os benefícios da Salvação” porém o comentário da revista está insuficiente, pois apenas faz menção do amor.

É evidente que este beneficio é um dos mais importantes, mas para a classe de adolescentes é interessante dar outros exemplos; pois eles estão se firmando na fé e precisam estar ciente destes benefícios, para que assim a sua fé seja aperfeiçoada.
Por esta razão achei por bem, fazer menção de outros benefícios, sem esquecer do amor.

LIÇÃO 9 – MIDIA E COMUNICAÇÃO + DINÂMICA

Ao Mestre
Amado (a) lembre-se que, o professor (a) de EBD, não trata somente dos aspectos humanos da personalidade. Seu trabalho está também ligado a redenção da alma da pessoa e ao seu progresso à semelhança de Cristo. Desse modo o trabalho de quem ensina na EBD se torna uma missão de significado eterno.

Ore apresentando seus alunos à Deus, pedindo a unção do Espírito Santo, para assim poder alcançá-los para Cristo. Vivemos dias difíceis, e o tem desse trimestre “A vida em sociedade” é uma ótima oportunidade de ensina-los a viver em meio as contradições sociais, sem denegrir sua vida espiritual e afetar seu crescimento em Cristo.

Objetivo
Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir o aluno a:
Ø  Refletir, analisarevitar os efeitos nocivos da mídia, conscientizando-se da necessidade de valorizar mais a Palavra de Deus e as pessoas em vez dos meios de comunicações e games.


Para refletir
“Não porei coisa má diante dos meus olhos; aborreço as ações daqueles que se desviam; nada se me pegará.”(Sl 101.3 – ARC).

Este Salmo mostra-nos a oração individual, o servo do SENHOR restabelecendo um concerto de obediência e fidelidade – e ficou escrito para que nós aprendermos e adotarmos essa atitude.
Pois ser cristão, é viver louvando a Deus e observar a Sua Palavra, vigiando para cumpri-la, é buscar a santificação na vida particular.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

DINÂMICA - LIÇÃO 08 – A SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE

,
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

LIÇÃO 8 – A SUPREMA ASPIRAÇÃO DO CRENTE

COMENTÁRIOS - SUPERINTENDÊNCIA DAS EBD'S DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM RECIFE/PE
(Fp 3.12-17)
INTRODUÇÃO
Nesta lição destacaremos quais eram as aspirações do apóstolo Paulo, veremos também as atitudes que ele deveria tomar para alcançar este objetivo. Analisaremos ainda, nas palavras do próprio apóstolo que, assim como o atleta numa corrida tem como motivação a recompensa, semelhantemente ele prosseguia para o alvo “pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fp 3.14-b). Por fim, estudaremos quais as três fases da perfeição cristã.

LIÇÃO 8 - PERDOANDO QUEM ME ENTRISTECE

Objetivo:
Ministre sua aula de forma que as crianças compreendam que devemos perdoar a todos  pois essa é a vontade de Deus. 

Aprendendo a Bíblia:
“... Perdoem uns aos outros.”Colossenses 3.13.

Palavra do dia
 PERDÃO


Texto bíblico:Genesis 33.1-11


HISTÓRIA BÍBLICA
Hoje vou lhes contar a história de Isaque, filho de Abraão.
Isaque era um jovem abençoado por Deus e quando ele cresceu, ele conheceu uma moça chamada  Rebeca
Ele orou a Deus para que sua esposa lhe desses  filhos. Deus ouviu sua oração e Rebeca teve gêmeos:Esaú e Jacó.
Eles cresceram.
Esaú era um rapaz forte e destemido, tornou-se um caçador. Jacó por sua vez, era um rapaz  tranqüilo e prestativo, ajudava a mãe e apascentava o rebanho de seu pai.
Isaque gostava de caça, por isso, apreciava o jeito do seu filho Esaú. Rebecca preferia Jacó.

Um dia, Esaú retornava faminto de uma caçada, quando viu Jacó preparando uma sopa de lentilhas: Esaú pediu ao irmão que lhe desse um pouco, pois estava faminto. Jacó então, disse;
__Só darei se você vender seu direito de filho mais velho. (Esaú havia nascido minutos antes de Jacó, portanto ele era mais velho.)

LIÇÃO 8 - O EXÉRCITO DE DEUS INVADE O EGITO

Texto Bíblico:
Êxodo caps. 8-10.

Objetivo:
Conscientizá-los que Deus nos ama, mas também castiga a todo aquele que não obedece a sua palavra por isso devemos obedecê-lo para não sermos castigados.   


Frase do dia:
QUEM OBEDECE NÃO É CASTIGADO.


Memória em ação:
Os maus certamente serão castigados por Deus, mas os bons escaparão do castigo.” (Provérbios 11.21)


Explorando a Bíblia
Vocês se lembram em que parte da história nós paramos?
Na aula passada nós estamos no ponto em que faraó não obedecia as ordens de Deus, por isso Deus começou a castigar todo povo do Egito.

Depois que Moisés e Arão falaram com ele que Deus iria enviar muitas pragas, mesmo assim Faraó continuava a dizer não, não vou deixar o povo ir embora.
Então Deus disse a Moisés:
__Vai até Faraó e diga-lhe que deixa ir o meu povo, para que me sirva e se recusares deixá-lo ir eis que ferirei com rãs a todo o Egito.

E assim como Deus tinha dito, Ele mandou um grande exército de rãs que invadiu todo Egito, começou a subir dos rios uma quantidade enorme de rãs e invadiu todas as casas, nas camas, nas panelas, no banheiro em toda parte só se via rãs.
E as pessoas começaram a ficar desesperadas com aquela quantidade de rãs, então o rei Faraó mandou chamar Moisés e a Arão e disse:
__ Rogai ao Senhor que tire as rãs de mim e do meu povo; depois deixarei ir o meu povo, para que sacrifiquem ao Senhor.

E Moisés disse a Faraó: Eu orarei a Deus e pedirei que Ele tire todas as rãs de ti e do seu povo, mas você cumprirá o que prometeu. E ele disse  amanhã eu os deixarei ir.
Então saíram Moisés e Arão e clamaram a Deus, e o Senhor fez conforme a palavra de Moisés; e as rãs morreram nas casas nos campos. E ajuntaram-nas em montões e a terra cheirou mal.

LIÇÃO 8 – O REI DIVIDIDO ENTRE DUAS OPINIÕES

Ao Mestre
Prezado (a), nesta lição estaremos tratando de um assunto deveras relevante, “a quem devemos dar ouvidos?”, ou seja, “seguir os conselhos de quem?”

É imprescindível que você ore a Deus para que ELE que conhece o coração de cada um dos pequenos, te guie nas palavras e te conceda unção do Espírito Santo, para que o ensino ministrado nesta aula, se torne como muros ao redor deles, guardando-os dos maus conselhos em  todos os seus caminhos.
Vejamos algo mais sobre o jovem rei ROBOÃO:
ü  Era filho do rei Salomão;
ü  Foi o quarto e último rei de Israel (após a divisão que sua decisão causou a nação se tornou em dois reinos: Israel (Norte) e Judá (Sul);
ü  Casou-se com mulheres estrangeiras como fez seu pai Salomão;
ü  Abandonou a adoração a Deus e permitiu que a idolatria se estabelecesse entre o povo de Deus;
ü  Frequentemente tomava decisões impensadas, escolhendo sempre o que era de menos importância moral e ética, o qual resultava em sérios problemas para ele e para o povo.

Boa aula!

Texto Bíblico:1 Re 12.1-33.


Objetivo
Professor ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizarem-se de queouvir conselhos que nos conduzem ao erro, e a praticar atos perversos traz conseqüências desastrosas, tristes e duradoras. Devemos sempre optar pelos conselhos que nos levam a boas atitudes, e a ações que glorifiquem o Nome de Deus. Lembrando que as pessoas que nos dão bons conselhos é que são nossos verdadeiros amigos, pois desejam o nosso bem.


Exercitando a memória
“O tolo pensa que sempre está certo, mas os sábios aceitam conselhos.” (Pv 12.15 – NTLH).

Aceitar conselhos e ouvir o que as pessoas têm a nos dizer é ser sábio e prudente. Devemos ter em mente que sempre estamos aprendendo algo que não sabíamos. Porém, se demonstrarmos prepotência e fazermos sempre como desejarmos, quão infelizes seremos, pois demonstraremos ser um tolo.

DINÂMICA - LIÇÃO 8 - O PECADO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

,
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
- Falem: Estudaremos na lição de hoje sobre o pecado e suas conseguências.
- Iniciem o estudo da lição, através da dinâmica “Vaso Quebrado”.
- Depois, trabalhem o conteúdo da lição, não contemplados na dinâmica.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

LIÇÃO 8 - O PECADO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

TEXTO BÍBLICO  Gn 3.6,7-19

ENFOQUE BIBLICO
”Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Rm 6.23)


OBJETIVOS
Analisar a tentação e queda do homem.
Explicar os termos bíblicos que definem a palavra pecado.
Descrever as principais conseqüências do pecado.


INTRODUÇÃO
“Tentado não cedas, ceder é pecar, melhor e mais nobre, será triunfar. Coragem ó crente, domina o teu mal; Deus pode livrar-te de queda fatal”


A TENTAÇÃO E A QUEDA
A origem do pecado (Ez 28.15,16)
O pecado não é eterno como querem alguns afirmar. O dualismo cósmico, afirma que há dois princípios auto-existentes e eternos: o bem e o mal. Já o maniqueísmo afirma que o pecado sempre existiu, o bem e o mal tem estado em conflito um com o outro definitivamente.

DINÂMICA - LIÇÃO 8 – ELE PAGOU A MINHA DIVIDA

,
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
- Falem: A lição de hoje tem como título “Ele pagou a minha dívida”.
- Introduzam o estudo do tema com a dinâmica “Quanto você vale?”
- Depois, trabalhem outros pontos levantados na lição.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

LIÇÃO 8 – ELE PAGOU A MINHA DIVIDA



Objetivos da lição
Fazer os alunos entenderem que Jesus pagou a divida que o homem tinha com Deus
Incentiva-los a evangelizar

Texto em Estudo     Rm 3.22-26, 5.10
Isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença.
Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus,
Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus,
Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus;
Para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.

Porque, se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.

Depois de terríveis fatos relatados por Paulo acerca da nossa natureza pecaminosa e do castigo de Deus, ele passa a escrever a forma como podemos ser inocentados, ou seja, crer no Senhor Jesus; para que os pecados sejam apagados, o Senhor perdoa nossas iniqüidades e nos torna justos diante de Deus.

Paulo explica que pela graça Deus nos declara inocentes, quando um juiz declara em um tribunal que o réu é inocente, as acusações são retiradas de todos os registros, legalmente é como se a pessoa nunca houvesse sido acusada.

Cristo nos liberta da escravidão do pecado, na época do Antigo Testamento uma pessoa por conta de sua divida poderia ser vendida como escravo, porem um parente próximo podia redimi-lo comprando a liberdade dela. Assim do mesmo modo o Senhor Jesus compra a nossa liberdade e o preço foi seu próprio sangue.

LIÇÃO 8 – CONSUMIR... CONSUMIR... CONSUMIR + DINÂMICA

Objetivo
Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir o aluno a:
Definiro sentido real do consumismo e seu resultado malévolo; viver moderadamente.

Para refletir
“A sanguessuga tem duas filhas, a saber: Dá, Dá. Estas três coisas nunca se fartam; e quatro nunca dizem: Basta.”(Pv 30.15 – ARC).

Neste texto Agur, observa, e de uma forma poética mostra que a insaciabilidade nunca está completa. Alertando-nos a vivermos de forma equilibrada, não se dominando por ela, pois nunca diz “basta”, convidando-nos à vigiar, para que não sejamos dominados pelo consumismo.


Texto Bíblico em estudo: Mt 6.19,25, 33,34.


Introdução
Vivemos em uma sociedade materialista que exige que estejamos sempre prontos a adquirir mais. Muitas vezes somos assaltados pela mesma mensagem: “Você merece muito mais”.

Porém, não é assim que a Palavra de Deus nos ensina.
Provérbios 30.8, nos diz:  “Afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; mantém-me do pão da minha porção acostumada.”

O que vemos é que Deus quer que reconhecemos, que podemos nos aquietar, sossegar, sem anseios, confiando que Ele nos dará nossa porção diária, e que essa porção será suficiente.
Não esquecendo que Ele cuida de nós (Mt 6.8).

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

DINÂMICA - LIÇÃO 7 – A ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS

,
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 – Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 – Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 – Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
- Falem: A lição de hoje tem como título “A Atualidade dos Conselhos Paulinos”.
- Trabalhem o conteúdo proposto na lição, buscando sempre a participação dos alunos.
Procurem destacar quais os conselhos apontados por Paulo e apresentem para os alunos de forma contextualizada.
- Utilizem uma das dinâmicas, que abordarão o tema da alegria: “A Fonte da Alegria” ou “A Alegria está no ar”.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

LIÇÃO 7 – A ATUALIDADE DOS CONSELHOS PAULINOS

(Fp 3.1-10)

INTRODUÇÃO
Uma das principais características da Bíblia é a sua contemporaneidade. Suas doutrinas e ensinos são atuais. Quando lemos as epístolas paulinas, por exemplo, podemos ver claramente que os problemas que surgiram nas igrejas do primeiro século, também ocorrem em nossos dias. Consequentemente, os conselhos e ensinos apostólicos servem para a Igreja do século XXI. Nesta lição, estudaremos o texto de (Fp 3.1-10), onde veremos os ensinos paulinos sobre a alegria no Senhor; as advertências quanto aos inimigos da fé; o significado da verdadeira circuncisão; em que nós devemos nos gloriar; e, finalmente, quais as prioridades da vida cristã.

DINÂMICA - LIÇÃO 7 - O HOMEM E SUA ORIGEM(JUVENÍS)

,
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
- Falem: Estudaremos na lição de hoje sobre a origem do homem.
- Iniciem o estudo da lição, através da dinâmica “Corpo, Alma e Espírito”.
- Depois, trabalhem o conteúdo da lição, não contemplados na dinâmica.
- Para concluir, se houver condições, mostrem este vídeo, com 5:27 minutos  de duração: Corpo, Alma e Espírito – Uma comparação didática, vocês encontram em:
 http://www.youtube.com/AosJovens
Tenham uma excelente e produtiva aula!

DINÃMICA - LIÇÃO 7 – QUEM PRECISA DE AMIGOS?(ADOLESCENTE)

,
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
- Falem: A lição de hoje tem como tema a amizade.
- Trabalhem os pontos levantados na lição.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Teia dos Relacionamentos”.
Tenham uma produtiva e excelente aula!

DINÂMICA - LIÇÃO 7 – NOVA CRIATURA (PRÉ-ADOLESCENTE)

,
Professoras e professores, observem estas orientações:
1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:
- Cumprimentem os alunos.
- Perguntem como passaram a semana.
- Escutem atentamente o que eles falam.
- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.
- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.
2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.
3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email.
Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.
4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.
5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associada a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!
6 – Agora, vocês iniciam o estudo do tema.
- Falem: A lição de hoje tem como título “Nova Criatura”.
- Introduzam o estudo do tema com a dinâmica “Milho de Pipoca”.
- Depois, trabalhem outros pontos levantados na lição.
Tenham uma excelente e produtiva aula!

LIÇÃO 7 – CUIDANDO DA NATUREZA

Objetivo:
 Ministre sua aula de forma que as crianças compreendam que devemos cuidar de tudo aquilo que Deus criou, principalmente da natureza.


Aprendendo a Bíblia:
“... Ò Senhor Deus, a terra está cheia do teu amor.”

Palavra do dia:
NATUREZA

Texto bíblico: Genesis 1.1-31.


HISTÓRIA BÍBLICA
No começo de tudo a terra não tinha nada, era vazia e escura.
 Então Deus resolveu criar o mundo.
A Bíblia nos conta a seguinte história:
No princípio, criou Deus os céus e a terra. Disse Deus: Haja luz!
E a luz apareceu. Deus chamou a luz de dia e a escuridão de noite.
Deus fez a separação entre as águas, a parte de cima chamou de céu e a parte de baixo, mar e assim deus viu que tudo o que ele fazia era muito bom.
Deus ordenou: Ajuntem-se as águas num só lugar e apareça terra seca.

LIÇÃO 7 - DEUS E FARAÓ

 Texto Bíblico:Êxodo caps. 5 - 7


Objetivo:
Conscientizá-los que Deus é o criador de todas as coisas e pessoas e por isso devemos obedecê-los.

Frase do dia:
DEUS É MAIOR

Memória em ação:
”Pois o Senhor,o Altíssimo,deve ser temido;Ele é o grande Rei que governa o mundo inteiro”.

LIÇÃO 7 – O REI MAIS FAMOSO

Ao Mestre
Prezado (a), nesta lição trataremos da visita que a Rainha de Sabá fez ao rei Salomão, a qual veio por ter ouvido falar acerca da sabedoria que este rei possuía. Estarei disponibilizando alguns dados acerca desta rainha, da qual a Bíblia menciona poucos detalhes.
A rainha de Sabá foi, na Torá, no Antigo e no Novo Testamento, no Alcorão, na história da Etiópia e do Iêmen, uma célebre soberana do antigo Reino de Sabá. A localização deste reino pode ser incluido nos atuais territórios da Etiópia e do Iêmen.

Conhecida entre os povos etíopes como Makeda, esta rainha recebeu diferentes nomes ao longo dos tempos. Para o rei Salomão de Israel ela era a "rainha de Sabá". Na tradição islâmica ela era Balkis ou Bilkis. Flávio Josefo, historiador romano de origem judaica, a chamou de Nicaula. Acredita-se que ela tenha vivido no século X a.C..

Em 8 de maio de 2008, a Universidade de Hamburgo anunciou oficialmente que arqueólogos alemães, depois de uma pesquisa comandada pelo professor Helmut Ziegert, descobriram os restos do palácio da Rainha de Sabá, datados do século X a.C., em Axum (Aksum), uma cidade sagrada da Etiópia, sob um antigo palácio real.

A rainha de Sabá é mencionada como uma mulher de grande sabedoria e enorme riqueza, e reinava sobre a região que agora é o leste do Iêmen. Essa posição permitia que a soberana de Sabá controlasse as rotas de comércio que iam do sudoeste da Arábia no sentido norte até a Palestina. A rainha de Sabá, além de verificar pessoalmente acerca da famosa sabedoria do rei Salomão, pretendia negociar um acordo comercial com ele, e ao que parece ela obteve sucesso nisso, visto que a lista de riquezas de Salomão inclui mercadorias de “todos os reis da Arábia” (1 Re 10.15).
Tenha uma boa aula!

LIÇÃO 7 - O HOMEM E SUA ORIGEM

TEXTO BÍBLICO  Gn 1.26-28;2.18,22,23

ENFOQUE BIBLICO
”E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou.” (Gn 1.27)

OBJETIVOS
Narrar a criação do homem e da mulher segundo a Bíblia.
Refutar as falsas doutrinas a respeito da criação do homem.
Descrever as principais características da natureza humana.


INTRODUÇÃO
Antropo – Homem (composto)
Estudo do homem, a antropologia como ciência reúne varias disciplinas cujas finalidades são descrever o homem e analisá-lo.
1-      Antropologia física – estuda a origem e a evolução biológica do homem.
2-      Antropologia étnica ou cultural – estuda as diversidades raciais e seus vários subgrupos.
3-      Antropologia filosófica – estuda o homem do ponto de vista de seus princípios.
4-      Antropologia teológica – estuda o homem tomando o como base de seu pensamento religioso, estuda o homem e suas relações com Deus.


LIÇÃO 7 – NOVA CRIATURA

Texto Bíblico  João 3.1-7
E havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, príncipe dos judeus.
Este foi ter de noite com Jesus e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és mestre vindo de Deus, porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele.
Jesus respondeu e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus.
Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Porventura, pode tornar a entrar no ventre de sua mãe e nascer?
Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus.
O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.
Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo.

Objetivos
Após a aula o aluno deverá:
Expressar as mudanças que ocorrem após o novo nascimento
Reconhecer que todo homem necessita nascer de novo

LIÇÃO 7 – QUEM PRECISA DE AMIGOS? + DINÂMICA

Ao Mestre
Amado (a) o atual século traz grandes desafios à fé cristã. Somente com o ensino da Palavra de Deus, oração e dedicação é possível viver no mundo e mantermos a integridade cristã.

O adolescente está em uma fase de transição, nesta faixa etária é imprescindível que o professor (a) esteja preparado para expor de forma clara e concisa as verdades bíblicas, desfazendo os conceitos antagonistas e paradoxal hoje explicito na mídia e no sistema educacional.
O professor (a) de EBD dever ser um modelo vivo da fé cristã, para que os adolescentes adotem a postura cristã com hábitos sadios, estimulando-os a manterem-se íntegros em meio à corrupção moral instaurada em nossos dias.
A melhor maneira de aprofundar as raízes de nossa vida espiritual é o ensino sistemático e permanente da Palavra de Deus, sem emendas, sem inovações, ensinando como ela é.
Deus vos abençoe.


Objetivo
Professor (a) ministre sua aula de forma que possa conduzir o aluno a:
Valorizar as amizades cristãs, dedicando-se a ser e a manter verdadeiros amigos.


Para refletir
“Em todo o tempo ama o amigo; e na angústia nasce o irmão.”(Pv 17.17 – ARC).

“(...) Muitas pessoas são amigas de ocasião, ficam por perto quando a amizade os beneficia e afasta-se quando não conseguem tirar proveito do relacionamento. Pense sobre seus amigos e avalie sua lealdade para com eles. Seja o tipo de amigo verdadeiro que a Bíblia nos encoraja a ser” (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal – CPAD – pg. 854).

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

4° TRIMESTRE LIÇÕES BÍBLICAS CPAD 2013

TEMA: SABEDORIA DE DEUS PARA UMA VIDA VITORIOSA
 
A ATUALIDADE DE PROVÉRBIOS E ECLESIASTES
Lição 1°         O Valor dos Bons Conselhos
Lição 2°         Advertências Contra o Adultério
Lição 3°         Trabalho e Prosperidade
Lição 4°         Lidando de Forma Correta com o Dinheiro
Lição 5°         O Cuidado com Aquilo que Falamos
Lição 6°         O Exemplo Pessoal na Educação dos Filhos
Lição 7°         Contrapondo a Arrogância Com a Humildade
Lição 8°         A Mulher Virtuosa
Lição 9°         O Tempo para Todas as Coisas
Lição 10°       Cumprindo as Obrigações Diante de Deus
Lição 11°       A Ilusória Prosperidade dos Ímpios
Lição 12°       Lança o teu Pão Sobre as Águas
Lição 13°       Tema a Deus em todo o Tempo
Comentarista: José Gonçalves
 

LIÇÃO 6 – A FIDELIDADE DOS OBREIROS DO SENHOR + DINÂMICA

(Fp 2.19-29)
INTRODUÇÃO
Zeloso pela santidade, doutrina e administração da igreja em Filipos, o apóstolo Paulo em (Fp 2.19-29) intenta enviar dois destacáveis obreiros de sua extrema confiança, a saber: Timóteo seu filho na fé, e também, o irmão e cooperador Epafrodito, que fôra enviado pela igreja de Filipos para assistir Paulo em suas necessidades. Nesta lição, apontaremos as virtudes de Timóteo, como também o perfil do obreiro Epafrodito, e por fim, pontuaremos duas importantes características que, na perspectiva paulina, aquele que coopera na obra do Senhor deve possuir.
I - DEFINIÇÕES
1.1 Fidelidade. O Aurélio diz que esta palavra significa: “qualidade de fiel; lealdade. Constância, firmeza nas afeições, nos sentimentos; perseverança. Observância rigorosa da verdade; exatidão”. O termo em hebraico é 'emunah cujo significado básico é “certeza” e “fidelidade”. O homem pode mostrar-se “fiel” em suas relações com os membros da raça humana (I Sm 26.23). Mas, geralmente, a Pessoa a quem se é “fiel” é o próprio “Senhor (II Cr 19.9). As traduções da Septuaginta (Tradução grega do Antigo Testamento) são: aletheia “veracidade, confiança, probidade; verdade, realidade” e pistos “fidedignidade, fidelidade, confiabilidade, descanso, confiança, fé” (VINE, 2002, p. 128).
1.2 Obreiro. O Aurélio diz que significa: “obrador, operário”. Esta palavra pode ser definida também como “aquele que coopera no desenvolvimento de uma empresa ou de uma ideia” (BOYER, 1966, p. 547). No grego o termo é ergates, “trabalhador”, “obreiro” deriva-se do termo ergon que denota “trabalho, ação, ato”. Em Fp 2.25; Fm 1.24, é usado o termo sunergos, “cooperador”; em Fp 4.3, o plural “cooperadores”; em I Co 3.9, “cooperadores (de Deus)”, ou seja, trabalhadores pertencentes e servindo a Deus; em I Jo 3.8, “cooperadores (da verdade)” (VINE, 2002, pp. 827,1029).

LIÇÃO 6 - RESPEITANDO AS PESSOAS

Texto Bíblico:Lucas 10.25-37.


Objetivo:
Ministre sua aula de forma que as crianças compreendam que devemos amar e respeitar todas as pessoas.

Aprendendo a Bíblia:
“... Sejam bons e atenciosos uns para com os outros.”


Palavra do dia:
RESPEITO

HISTÓRIA BÍBLICA
Um homem ia calmamente de Jerusalém para Jericó, sem saber que, na estrada pela qual seguia haviam salteadores.
   
Os salteadores armaram uma emboscada e, quando o homem passou, o atacaram.Os bandidos o espancaram e roubaram tudo o que ele possuía.A surra foi tamanha que o homem ficou a beira da morte no meio da estrada deserta.
     
Surgiu então, no mesmo Caminho, um sacerdote.Ele não quis ajudar o pobre homem, por isso fingiu não  vê-lo e foi embora.mas tarde, ali passou um homem de outra cidade.Também viu o pobre caído, mas teve medo de ajudar o estranho.Olhou para o lado oposto e seguiu sem ajudar.

LIÇÃO 6 - DE VOLTA PARA CASA

Texto Bíblico: Êxodo 4.18-20;27-31;5.1


Objetivo:
Conscientizá-los que devemos confiar e temer somente a Deus.

Frase do dia...
DEUS É O SENHOR.


Memória em ação:
“Eu, e somente eu, sou o Senhor; não há outro Deus além de mim.”(Isaías 45.5a)

Explorando a Bíblia
Depois que Moisés ficou muito tempo longe da sua terra, ele orou a Deus, conversou com seu sogro e disse-lhe: Eu irei agora e tornarei a meus irmãos que estão no Egito, para ver se eles ainda vivem.
Disse Jetro a Moisés, vai em paz. Moisés ainda temia que existisse alguém que queria matá-lo,mas Deus lhe disse:
__Vai em paz porque todos que buscavam te matar já morreram.

LIÇÃO 6 – O REI MUITO SÁBIO

Ao Mestre
Prezado (a), nesta lição abordaremos a sabedoria que foi concedida a Salomão por Deus. É importante enfatizar aos pequenos a origem, as virtudes e o valor da sabedoria.
·         Origem:
É em Deus (Pv 8.22);
Desde a eternidade (Pv 8.23);
E antes de todas as coisas (Pv 8.22-31).
·         As virtudes:
Prudência (Pv. 8.5,12);
Entendimento (Pv 8.5);
Excelência (Pv 8.6);
Verdade (Pv 8.7);
Justiça (Pv 8.8);
Conhecimento (Pv 8.12);
Conselho (Pv 8.12);
Temor ao SENHOR (Pv 8.13)
·         O valor:
 O sábio recebe riquezas e honra (Pv 8.18);
 O sábio tem fruto melhor do que o ouro e a prata (Pv 8.19);
 Os sábios serão abençoados (Pv 8.32,34);
 Os sábios encontram vida (Pv 8.35);

Com as virtudes e o valor da sabedoria, a pessoa sábia aceita a correção e aprende com ela, tornando-se ainda mais sábio. A sabedoria está disponível a todos, mas é adquirida somente por aqueles que amam a Deus e O busca.
Boa aula!


Texto Bíblico:1 Re 1.28-40; 2.1-4; 3.3-28.


Objetivo
Professor ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizar-se de que Deus é fonte da Sabedoria, todos que O temer serão honrados.


Exercitando a memória
“É melhor conseguir sabedoria do que ouro; é melhor ter conhecimento do que prata.” (Pv 16.16 – NTLH).

A sabedoria no livro de Provérbios é vista como a personificação do atributo de Deus. A sabedoria estava presente antes da criação (Pv 8.24-26) e durante a criação (Pv 8.27-29). Portanto, seguir a sabedoria e adquiri-la é servir ao SENHOR com obediência e fé.